3 de agosto de 2015

Transpiração


Transpiração
Suzette Rizzo


Ai, para com isso,
ninguém gosta de sangue
exceto morcegos e vampiros.
Ninguém gosta de limbo,
nem canibalismo.




Para com isso,
sai do precipício,
do frio, do frio.
Se embrenha por lá.
no matagal,
vá plantar caraminholas
nas moçoilas do arredor.
Pára de ser o que não é,
de dizer o que não quer,
faça por ti o melhor.
Depois de um tempo,
tua poesia não sangra,
não credita,
nem dá nó.


April 13, 2014






Um comentário: