6 de setembro de 2015

Berro



Berro
Suzette Rizzo 

Maravilhosa transição, sem dúvida alguma, 
que me trouxe a este estágio,
permitindo-me rasgar o invólucro do espírito
e te encontrar neste mundo-dor.
Mas, abala-me ainda os seres presos a matéria
e prefiro a alma entreaberta,
mesmo que todas as mudanças façam parte 
das infinitas artérias.



É incontestável que o amor seja a fonte
que dessedenta e o pão que alimenta,
mas não consigo permanecer
em posição de lótus,
pois minha essência revive tormentas
e silencio amamenta.
Acontece que...
Alguma coisa briga por dentro de mim,
como duas almas opostas,
ambas abrigadas em meu ser irrequieto,
desprovido da aceitação de tudo
que é incerto, ou incorreto
quando visto bem de perto.
Então, eu que não falo muito,
interiormente berro!
Suzette Rizzo


“Se estamos seguindo na direção certa, 
tudo o que temos a fazer é continuar caminhando’”

Provérbio 

2 comentários:

  1. Um de seus mais belos e profundos poemas!
    Sou seu fã número 1.

    ResponderExcluir